About the company

A perda de dentes pode ser provocada pela cárie, doenças da gengiva e por traumatismos. Quando faltam dentes, os que estão ao lado e os oponentes tendem a mover-se para o espaço livre provocando todo o tipo de desequilíbrio nas arcadas dentárias.

Também se dá a reabsorção do osso alvéolar (perda de osso) que é o osso esponjoso onde estão implantadas as raízes dos dentes. Para restaurar as funções mastigatória, estética e fonética, e minimizar os efeitos acima referidos, fazem-se as próteses dentárias, vulgo dentaduras e colocam-se os chamados dentes postiços.

As próteses dentárias podem ser removíveis (o paciente pode retira- la sempre que desejar), ou fixas (cimentadas na raiz do dente ou na coroa devidamente preparada, ou ainda parafusadas a implantes; sendo que só o dentista as poderá remover).

Ambas as próteses podem ser parciais ou totais (as fixas só podem ser totais quando se usam implantes dentários para a sua fixação).

A reposição breve dos dentes em falta pela prótese dentária adequada, é fundamental para a estabilidade de todos os demais dentes.

Se o lugar do dente ausente for na zona da frente, acresce o problema estético.

• Prótese Dentária Removível (Acrílicas e Esqueléticas) As próteses removíveis podem ser parciais e totais. As PARCIAIS removíveis são totalmente em acrílico ou podem ter parte metálica e destinam-se a substituir um ou mais dentes.

Quando apresentam uma estrutura metalica, usam-se ganchos nos dentes para se manter a protese em posicao (se o gancho estiver em uma regiao muito visível pode afetar um pouco a estetica).

As próteses dentárias parciais removíveis em acrílico são as mais baratas e deveriam ter apenas um carácter temporário. Este tipo de prótese é mantida na boca pelas retenções presentes nos dentes que ainda restam.

Apoia-se nos tecidos moles e em alguns casos também nos dentes naturais ainda presentes. As próteses dentárias TOTAIS removíveis, mais conhecidas como dentaduras, são normalmente em acrílico e destinam-se à substituição de todos os dentes. São suportadas apenas pelos tecidos moles e estrutura óssea subjacente.

Mantém-se na boca pela ação conjunta de pequenas retenções da anatomia do que resta do osso alvéolar, da língua, dos músculos faciais, e no caso da prótese superior, do efeito de vácuo entre a superfície interna da prótese e o palato (céu da boca).

A retenção destas próteses é muito problemática quando há uma reabsorção quase total do osso alvéolar. Nesta situação a única solução é recorrer aos implantes.

Os dentes utilizados quer nas parciais quer nas totais são normalmente dentes pré-fabricados em acrílico.

Podem eventualmente ser usados dentes pré-fabricados em porcelana.

Os dentes de porcelana têm a vantagem de resistirem mais ao desgaste, terem um aspecto mais natural e não sofrerem alterações na cor com o tempo.

Há porém que ter em consideração que as próteses removíveis têm um período de vida limitado pelas contínuas alterações da boca e pela degradação dos materiais empregados.

• Prótese Dentária Fixa (Coroas, Pontes, Proteses Sobre Implante) As próteses fixas são constituídas por coroas, pontes e próteses totais suportadas por implantes.

As coroas dentárias são capas que se destinam a reconstruir a coroa natural do dente parcialmente destruído. Implica a existência de parte da estrutura do dente que se propõe reconstruir e ao qual será cimentada.

Quando tal não acontece, a coroa pode ser fixa a um implante dentário utilizando de um parafuso ou cimentada a ele. A ponte dentária é uma restauração protética destinada a substituir um ou mais dentes, apoiando-se em dentes vizinhos ao espaço desdentado. Os elementos que ficam suspensos são denominados ponticos.

Os avanços da odontologia permitem que hoje haja uma nova opção, a coroa ou ponte apoiadas em implantes. Nestes casos não é necessário recorrer aos dentes remanescentes para a retenção e apoio da ponte.

Do mesmo modo, para a colocação de 1 único dente, já não é preciso fazer uma ponte apoiada nos dentes adjacentes ficando este dente artificial preso ao implante que lhe subjaz. Todos estes elementos de restauração e substituição dos dentes devem ser feitos em laboratórios de prótese dentária.

A prótese dentária fixa é a opção ideal nos casos em que faltam poucos dentes, não só pelo conforto como pela estética, embora seja mais cara que a prótese removível. As coroas e pontes metalo-cerâmicas são feitas com uma estrutura interna em metal que lhes dá robustez e recobertas de cerâmica com a tonalidade dos dentes do paciente.

Também poderão ser só de cerâmica, o que confere uma melhor estética..

Tratamentos

  • Clínica Geral
  • Odontologia Estética
  • Prótese Dentária
  • Implantodontia
  • Periodontia
  • Ortodontia
  • Endodontia
  • Odontopediatria
  • Cirurgias Orais

Marque já o seu Horário !